Deputados querem reverter decisão do STF sobre aplicação da Ficha Limpa
Acreaovivo.com
Tempestades isoladas
23°MIN 28°MAX
Rio Branco, AC

Sexta-Feira, 10 de Novembro de 2017 às 09:14

COMUNICAR ERRO

Deputados querem reverter decisão do STF sobre aplicação da Ficha Limpa

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu neste mês que a inelegibilidade de 8 anos estabelecida na Lei da Ficha Limpa, implementada em 2010, pode ser aplicada em casos anteriores ao ano em que a regra começou a valer. No entanto, a decisão não agradou líderes de diversos partidos que agora tentam reverter a regra.

O deputado Nelson Marquezelli (PTB-SP) é o autor do projeto de lei complementar que reúne apoio de deputados de 19 partidos. O objetivo do projeto é “disciplinar” o alcance da lei, que torna inelegível condenados por abuso de poder econômico ou político.

O jornal O Globo destaca que a Lei da Ficha Limpa foi sancionada em junho de 2010 e começou a valer nas eleições seguintes, de 2012, mas por um placar apertado, de 6 a 5. O Supremo decidiu no início do mês passado que os políticos condenados antes de a lei entrar em vigor também podem ser atingidos por essa inelegibilidade de oito anos.

Segundo estimativas, a decisão do STF pode atingir 40 prefeitos, dois deputados federais, 50 estaduais e mais de 200 vereadores. " Um dos pilares do Direito é que a lei não retroage para prejudicar ninguém. A lei da Ficha Limpa é inquestionável, é um avanço para o país. Mas essa decisão do Supremo cria uma insegurança jurídica para a classe política", refere o líder do PMDB, Baleia Rossi (SP).

"O Supremo vai ter que modular isso. A lei da Ficha Limpa é bem-vinda, mantém um rigor necessário dentro do processo eleitoral. Ela só não pode valer para um período anterior à data em que foi publicada", defende o líder do DEM, Efraim Filho (PB).

Tag's: Ficha Limpa, Mudanças, STF, Senado, Política

Fonte: Notícias ao minuto


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
CRUZEIRO DO SUL 19/02/2018 15:35

61º BIS realiza a Corrida da Paz em Cruzeiro do Sul

SENA MADUREIRA 19/02/2018 15:26

MPAC obtém condenação de réus por fazerem parte de organização criminosa

ASSIS BRASIL 19/02/2018 15:09

FORA DE ÉPOCA - Carnaval Trifronteiriço 2018 acontece nos dias 24 e 25 de fevereiro

CRUZEIRO DO SUL 19/02/2018 14:33

Polícia Militar apreende menores suspeitos de homicídio em Cruzeiro do Sul

JORDAO 19/02/2018 14:17

Governo realiza arborização de ruas no Jordão

Tecnologia 19/02/2018 14:11

Conheça o golpe que faz o caixa eletrônico 'cuspir' dinheiro

Capital 19/02/2018 14:08

Em Rio Branco, sindicalistas fazem manifestação contra a reforma da previdência

Ciência e Saúde 19/02/2018 13:52

Ufac promove cadastro para doadores de medula óssea

Colunistas 19/02/2018 12:33

Lençóis: onde areja um vento bom – por Socorro Camelo

CRUZEIRO DO SUL 19/02/2018 11:36

Homem é executado a tiros enquanto jantava em Cruzeiro do Sul

Internacional 19/02/2018 11:31

Conheça as tatuagens mais bizarras e estranhas da internet

SENA MADUREIRA 19/02/2018 11:02

Detentos são flagrados cavando buraco em parede no presídio de Sena Madureira

CRUZEIRO DO SUL 19/02/2018 10:57

Agentes penitenciários apreendem 17 facões artesanais em presídio de Cruzeiro do Sul

Brasil 19/02/2018 10:56

Hashtag 'QueroMeAposentar' lidera os trend topics no Twitter

Caderno do Interior 19/02/2018 10:48

Polícia Civil prende 14 pessoas em Sena Madureira e Manoel Urbano

Capital 19/02/2018 10:45

Depasa e Bombeiros atuam em intervenção nos equipamentos da ETA II

Ciência e Saúde 19/02/2018 09:44

Bahia começa hoje vacinação fracionada contra febre amarela

Colunistas 19/02/2018 09:39

Um sorriso como o seu

SENA MADUREIRA 19/02/2018 09:35

Em Sena Madureira, rio Iaco se aproxima da cota de transbordamento

Polícia 19/02/2018 09:15

Em menos de 12 horas, Polícia Militar recupera três motocicletas furtadas