Franco Caimi, com Yamaha, vence 1ª etapa de motos do Rally Baja Inka- Acreaovivo.com - TELEFONE: (68) 3224-8430 A promessa de grandes pegas nas dunas de Paracas e Ica, no sul de Lima, se confirmou entre as duas principais marcas oficiais da categoria moto presentes no Rally Baja Inka, evento Dakar Challenge

Franco Caimi, com Yamaha, vence 1ª etapa de motos do Rally Baja Inka

Quinta-Feira, 14 de Setembro de 2017 às 16:17 - Atualizado em Sexta-Feira, 15 de Setembro de 17 às 17:22
COMUNICAR ERRO

A promessa de grandes pegas nas dunas de Paracas e Ica, no sul de Lima, se confirmou entre as duas principais marcas oficiais da categoria moto presentes no Rally Baja Inka, evento Dakar Challenge, com a vitória do argentino Franco Caimi, da Yamalube Official Rally Team, com tempo de 39m52s, conquistando a etapa de 119km, sendo 55km de especial cronometrada.

Em segundo lugar, o também argentino Kevin Max Benavides, da Monster Energy Honda Team, cravou 40m15s na especial inicial, seguido do francês  Xavier de Soultrait (Yamaha) com 40m19s em terceiro, do português Paulo Gonçalves (Honda) com 41m08 em quarto lugar, dos franceses Adrian Van Beveren (Yamaha) com 42m20s e Michael Philippe Metge (Honda) com 42m46, respectivamente em quinta e sexta posições.

Fechando os 10 primeiros lugares, as sétima e oitava posições ficaram com as KMT do boliviano Daniel Nosiglia Jager com 42m56 e do chileno Ignacio Conejo com 44m33s. Em nono chegou o espanhol da Gas Gas, Johnatan Barragan com 44m33s, e o australiano Rodney Faggotter (Yamaha) com 45m51s.

Já nos quadricíclos, o vencedor foi o argentino Nicolas Cavigliasso com 51m48s, da Yamaha que dominou os nove primeiros lugares. Em segundo, o peruano Ignacio Flores com 53m14s, terceiro o argentino Nicolas Gagliardi com 53m58s, seguido dos peruanos Christian Malaga em quarto com 55m36s, em quinto Arturo Arenas com 56m45, em sexto José Yompian com 57m34.

O argentino Pablo Copetti ficou em sétimo com 58m12s, o peruano Alvaro Rivera em oitavo com 58m48s, em nono o boliviano Horacio Toro com 59m06s. Em décimo, o boliviano Walter Nosiglia Navarro chegou com o único Honda do evento com 1h01m56s.

“Um primeiro dia para testar os motores, para ‘calientar las manos’, pois foram apenas 50km programados para os pilotos, sobre tudo os estrangeiros, testarem as dunas de Paracas, numa previa dos 400km de especial reservados para a segunda etapa que acontecerá nesta sexta-feira”,  disse Tomas Hirahoka, diretor esportivo do evento. Segundo Hirahoka, foi um percurso não muito exigente, com 20% de dunas – que não é muito para a realidade dessa região do Peru – e o restante de pampa em pedras, com pilotos mais experientes completando o percurso dentro dos tempos previstos, mas possibilitando também que os menos experientes se desenvolvessem na prova.

Já nas categorias Auto e UTV essa etapa serviu também para ajustes dos veículos, sendo que 5 veículos não completaram e organização está providenciando o resgate.

“No primeiro dia de prova, não somente pilotos como a equipe técnica ficam nervosos e assim programamos algo suave”, declarou o diretor esportivo, para concluir estar satisfeito de ter havido um primeiro dia sem nenhum acidente com danos pessoais.

Veja a classificação oficial da 1ª etapa.

Categoria Motocicletas:

 

Categoria Quadricíclos:

 

Saiba mais:

Rally Baja Inka inicia com grandes nomes do off-road em Paracas, Peru

---

Texto e fotos: Cassiano Marques de Oliveira. Advogado, empresário e motociclista há alguns bons anos e quilômetros, tendo participado de dois Rallys dos Sertões, organizador de seis Rallys Bolpebra e participa do Baja Inka a convite dos organizadores do evento.

 

Tag's: Rally, Baja Inka, Motos, Quadri, UTV, Dakar, Peru, Yamaha, Honda

Fonte: Acreaovivo.com | Texto e fotos Cassiano Marques | Fotos nas dunas de ITEA Photo/Andres Lino

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE